E-mail
Técnico em Música Imprimir
Escrito por Administrator   
Qui, 22 de Janeiro de 2015 12:16

O curso

A presente proposta apresenta um Plano de Curso com 14 (quatorze) habilitações e 19 (dezenove) qualificações. Esse leque de opções se justifica pelo fato de os profissionais do Curso Técnico da EMUFPA virem sendo absorvidos pelo mercado de trabalho como instrumentistas solo, músicos de orquestra, conjuntos camerísticos, bandas militares e civis, coralistas, organizadores, coordenadores e comentaristas de audições, recitais e concertos, entre os principais campos.

O Curso "Habilitação Profissional de Técnico Musical" tem o objetivo de profissionalizar aqueles que desejam se inserir no universo profissional da Música, de modo que possam desenvolver suas potencialidades, transformando-as em competências e habilidades para uma atuação efetiva, além de, habilitar e qualificar profissionalmente em nível técnico, diplomando e/ ou certificando para atuação como instrumentista em bandas e orquestra ou ainda como organizadora, coordenador, e comentarista de audições, recitais e concertos.

Há 02 (duas) possibilidades de terminalidade no presente Plano de Curso Técnico: Habilitação, quando é exigido ao aluno que curse, no mínimo o módulo de Fundamentos da Gramática, Literatura e História da Música + 01 (um) módulo de Execução Musical Solo + 01 (um) módulo de Prática de Conjunto, e Qualificação, onde aluno após concluir 01 (um) módulo, estará alcançando a terminalidade de Qualificação.

Habilitações nos cursos técnicos:

· Técnico em Piano;

· Técnico em Violão;

· Técnico em Violino;

· Técnico em Viola;

· Técnico em Violoncelo;

· Técnico em Contrabaixo;

· Técnico em Flauta Transversal;

· Técnico em Clarinete;

· Técnico em Saxofone;

· Técnico em Trompete;

· Técnico em Trombone;

· Técnico em Bombardino;

· Técnico em Tuba;

· Técnico em Canto Lírico.

Qualificações nos cursos técnicos:

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Fundamentos da Gramática, Literatura e História da Música;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Canto Coral;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Prática de Banda de Música;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Prática de Orquestra;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Música de Câmara;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Piano;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Violão;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Violino;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Viola;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Violoncelo;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Contrabaixo;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Flauta Transversal ;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Clarinete;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Saxofone;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Trompete;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Trombone;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Bombardino;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Tuba;

· Qualificação Profissional de Nível Técnico em Canto Lírico.

Base legal

O curso teve sua criação aprovada na UFPA a partir da Resolução CONSEPE n° 3483/2007.

Atuação profissional

O profissional técnico em Música pode compor, reger e interpretar obras eruditas e populares. Como compositor, cria peças.Como arranjador, faz versões de uma peça musical. Já como intérprete, pode se especializar na execução de determinado instrumento. Esse profissional atua em concertos, espetáculos musicais, gravações de trilhas sonoras e de CDs. Também é requisitado para criar jingles para filmes comerciais e publicitários. Pode atuar em estúdios de gravação ou produzindo a sonorização de espetáculos musicais e teatrais.

Mercado de trabalho

 

Com o crescente aumento na área musical em Belém, e demais cidades do Pará e da região amazônica, o formado técnico em música se torna apto a atender da melhor forma essa demanda, através do domínio musical. O mercado de trabalho, com o passar dos anos, se tornou bastante, em compensação, as áreas de atuação também cresceram. Além de trabalhar em rádios, televisão, teatro, cinema e agências de publicidade, o profissional pode trabalhar livremente como autônomo ou optar por uma carreira erudita, fazendo parte de orquestras ou bandas musicais. Algo peculiar é que a carreira de músico é a que apresenta maior variação salarial. De acordo com a Ordem dos Músicos do Brasil, o salário inicial de um músico gira em torno de R$ 750,00(Fonte: http://carreiras.empregos.com.br/).

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br