E-mail
Técnico em Interprete Criador (Dança) Imprimir
Escrito por Administrator   
Qui, 22 de Janeiro de 2015 12:16

O curso

O curso Técnico em Dança: Interprete – tem como objetivo habilitar e qualificar profissionalmente em Nível Técnico. É voltado para uma atuação na pesquisa e criação, na percepção consciente crítico-reflexivo sobre o mercado de trabalho, essa formação envolverá aspectos fundamentais, como: desenvolvimento técnico específico das linguagens cênicas da Dança e sua inter-relação com as artes do corpo e com as novas tecnologias e tendências da Dança contemporânea.

Há 02 (duas) possibilidades de terminalidade no presente Plano de Curso, Habilitação onde exige que o aluno curse todos os módulos do respectivo curso técnico, e Qualificação onde o aluno ao concluir 01 (um) módulo, alcança esta terminalidade.

Para ingressar no curso o aluno deve estar cursando ou ter cursado o ensino médio em escola do sistema de ensino e apresentar habilidades técnicas necessárias ao ingresso no nível técnico em Dança. Já devidamente formado, o profissional apresenta um perfil de conclusão geral e perfis específicos para cada uma de suas qualificações e habilitações.

Cada uma das habilitações do curso técnico em Dança está organizada em 02 (dois) módulos, cada um dos módulos constitui-se de disciplinas e atividades complementares. As disciplinas são elementos curriculares que visam ao desenvolvimento das habilidades e bases tecnológicas e as atividades complementares encaminham o aluno ao meio artístico nos papéis de criador/ executor/ apreciador/ realizador e ao mesmo tempo imprimem o hábito de busca de aprimoramento contínuo.

Anualmente, a Escola lança nesse mercado cerca de 30 (trinta) profissionais, para atuar no teatro e na dança como intérpretes, mas também em condições de trabalhar em diversos setores da produção de montagens cênicas, o que amplia o raio de absorção desses profissionais pelo mercado.

A avaliação do aluno se dá na medida em que ele cria, organiza, descreve, analisa, coordena e executa trabalhos em Artes Cênicas – Dança, mostrando-se com domínio, ou não, do fazer no qual se busca qualificar-se ou habilitar-se.

Base legal

O curso teve sua criação aprovada na UFPA a partir da Resolução nº. 4.293/CONSEPE de 13 de junho de 2012, que aprova o PPC do curso técnico em Dança Intérprete.

Atuação profissional

O Curso consolida a relação entre o mercado de trabalho e educação, ampliando o compromisso com a formação e a qualificação do jovem na perspectiva da geração, ocupação e acesso a renda no mercado profissional e na sociedade. Com esta perspectiva, o trajeto percorrido pelos alunos é dividido por etapas onde os futuros profissionais têm a possibilidade de vivenciar experiências na condição de criadores, intérpretes e multiplicadores.

Mercado de trabalho

Em sua maioria, os grandes espetáculos musicais no Brasil exigem a formação do candidato a uma vaga. O profissional técnico encontra trabalho em companhias de dança, corpos de baile e grupos de balé para TV e cinema. Ainda é recente a inclusão do profissional em cursos livres. Porém, essa é uma tendência que deve avançar nos próximos anos.

Plano de Curso Técnico em Dança

 

Imagem: Google Images

 

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br