E-mail
Grupo de pesquisa em Virologia publica artigo sobre células T em revista internacional Imprimir
Escrito por Administrator   
Ter, 11 de Julho de 2017 09:58

O grupo de Virologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFPA publicou, na revista Frontiers In Immunology - periódico mais citado na área de Imunologia-, um artigo de revisão sobre células T reguladoras da resposta imune. O artigo é fruto da dissertação de mestrado, defendida pelo discente Leonn Pereira, do Programa de Pós-graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários, sob a orientação do professor Antonio Carlos R. Vallinoto. Com menos de um mês de publicado, o artigo já alcançou 959 visualizações.

O artigo teve como objetivo avaliar a influência das mutações nos gene FOXP3, NGFB e NGFR entre os portadores das hepatites B (HBV) e C (HCV) crônicas, buscando identificar possíveis marcadores imunogenéticos associados à evolução clínica das infecções.

Segundo o orientador, professor Antonio Carlos Vallinoto, a importância da publicação no meio acadêmico pode ser medida pela atenção que o artigo ganhou da comunidade científica da área, considerando as 959 visualizações alcançadas em tão curto período de tempo.“O artigo servirá de referência consolidada para aqueles pesquisadores que desejarem revisar os aspectos mais recentes acerca do controle dos diversos mecanismos da resposta imune no contexto das doenças que acometem o ser humano”, destaca o professor.

A revista Frontiers In Immunology foi a primeira escolha para publicação por se tratar de um dos periódicos internacionais mais conceituados e o mais citado na área de Imunologia, o que proporciona maior visibilidade ao estudo do grupo.

A pesquisa - O artigo revisa o papel do Factor de transcrição Fokhead Box Protein 3 (FOXP3) como um marcador molecular essencial do desenvolvimento de células T reguladoras (Treg) em diferentes microambientes, destacando que as Treg são células especializadas na supressão de respostas imunes inadequadas e na manutenção da tolerância homeostática.

São referenciados estudos que abordam e elucidam o papel desempenhado por FOXP3 e Treg em inúmeras doenças autoimunes e infecciosas, bem como em casos mais específicos, como o câncer. Neste contexto, o artigo analisa aspectos do perfil imunorregulador de FOXP3 e Treg no manejo da homeostase imune, incluindo questões relacionadas à patologia e à tolerância imune.

Dentro do tema do artigo, os dados originais gerados pelo discente serão apresentados em breve em uma nova publicação. Seus principais achados mostram associação das mutações com o status de portador inativo do HBV, alterações nos padrões bioquímicos de atividade hepáticas, carga viral e fibrose avançada nos pacientes HCV.

O Grupo - O Grupo de Pesquisa em Virologia do ICB/UFPA é certificado pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp) e pelo CNPq. Funciona sob a coordenação do professor Antonio Carlos R. Vallinoto, com a participação de outros professores/pesquisadores e discentes de graduação e pós-graduação.

Apresenta, dentre suas linhas de pesquisa com agentes virais e bacterianos, o estudo de marcadores imunológicos associados à predisposição e ou resistência às doenças infecciosas. Nos últimos dez anos, o grupo vem realizando vários estudos que visam identificar mutações genéticas que possam alterar a expressão de proteínas do sistema imunitário e, consequentemente, causem distúrbio da resposta imune.

Dentre os marcadores moleculares estudados estão as citocinas (IFN-gamma, IL-6, IL-8, IL-10, TNF-alpha, TGF-beta) e receptores da resposta imune inata (Toll-like, STING, cGAS, MBL), além de fatores de transcrição reguladores da resposta imune como foi o caso específico do marcador FOXP3 estudado por Leonn Pereira durante sua dissertação com pacientes portadores crônicos das infecções pelos vírus das hepatites B e C.

Laboratório - O Laboratório de Virologia do ICB/UFPA, além de desenvolver projetos de pesquisa em epidemiologia molecular das doenças infecciosas, oferece serviço de assistência (projeto de extensão) aos pacientes portadores de infecção pelo HIV-1 atendidos no Hospital João de Barros Barreto e Casa Dia.

Desde 1997, o laboratório é uma das unidades nacionais de referência do Ministério da Saúde para a realização dos testes de Carga Viral Plasmática e de Contagem de linfócitos T CD4+/CD8+, exames essenciais para monitorar a evolução da infecção no indivíduo portador, assegurando, assim, a melhor conduta terapêutica de controle do vírus.

O artigo completo pode ser acessado neste link.

 

Texto: Elizandra Ferreira  – Assessoria de Comunicação da UFPA
Arte: Reprodução / Google

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br