E-mail
Multicampiartes leva música, teatro, dança, figurino e fotografia até Bragança Imprimir
Escrito por Administrator   
Seg, 17 de Julho de 2017 10:55

A Diretoria de Arte, Cultura, Esporte e Lazer (Dacel) da Pró-reitoria de Extensão (Proex) realizou, na última semana, o evento Multicampiartes, na Praça das Bandeiras, em Bragança. O projeto contou com oficinas de música, teatro, dança, figurino e fotografia, assim como com uma Caravana Cultural. O Multicampiartes, além de gerar interação da população com vários tipos de arte, visa à integração dos campi da Universidade.

O evento contou com a presença do coordenador Campus de Bragança, professor Sebastião Júnior; e de coordenadores de outros campi. O reitor da UFPA, professor Emmanuel Tourinho; o vice-reitor, professor Gilmar Silva; o diretor da Dacel, professor Miguel Santa Brígida; os pró-reitores de Ensino de Graduação, professor doutor Edmar Costa, e de Extensão, professor doutor Nelson Júnior, também estiveram presentes. Participaram, ainda, o prefeito de Bragança, Raimundo Oliveira, e o vice, Mário Júnior, uma vez que a Prefeitura de Bragança e a Secretaria de Cultura Turismo e Desporto do Município deram apoio ao evento.

Programação - As oficinas, com média de 20 participantes, foram subdivididas em Canto Popular; Teatro de Rua; Dança de Rua e Cultura Popular; ministradas, respectivamente, pelos professores Dayse Almeida, Mailson Soares, Karina Castro, Marco Alcântara e o fotógrafo Rodrigo Correia.  A Caravana cultural contou com uma apresentação da Orquestra Sinfônica Altino Pimenta (OSAP), da Escola de Música UFPA. Além disso, a programação também homenageou o pesquisador e professor da UFPA, Horacio Schneider, que foi ex-coordenador do Campus de Bragança e tem o Título de Cidadão Bragantino.

Além da interação - Segundo o diretor da Dacel, professor Miguel Santa Brígida, a importância vai além da interação entre os campi e do acesso à arte. Para ele, o importante é “ter dimensão da produção e da formação artística por meio da Pró-reitoria de Extensão; assim como do cultivo, da intensidade e da importância da cultura extensionista, no sentido amplo; mas da cultura da cidade. Então, conseguimos conversar com os grupos artísticos das cidades, com as associações culturais, com as práticas espetaculares tradicionais, as festas tradicionais.”

Objetivo - Para o diretor, o evento visa “a circulação de espetáculos produzidos pela Universidade, na Escola de Teatro e Dança e na Escola de Música pelos interiores, por meio da caravana cultural.” Além disso, segundo ele, as oficinas e a caravana cultural privilegiam espaços abertos e públicos, que garantem o acesso da população. “Temos essa preocupação de sempre ter um acesso bem democrático para o público, e tem sido muito interessante, que tem um retorno muito grande, tanto nas cidades quanto para a própria Universidade”. Sendo assim, o diretor está “muito feliz e muito emocionado com essa coordenação de toda a equipe da Dacel, porque está dando retorno muito bom para Instituição.”

Outros Multicampiartes - Além de Bragança, o Multicampiartes já foi realizado em outros interiores, como Cametá. “Em Cametá, nós fizemos um cortejo cultural, que foi a participação das quadrilhas juninas, dos grupos de capoeira, de escolas de samba. Fizemos um cortejo com o encerramento pela cidade, então é a Universidade realmente comungando e dividindo com as localidades, com as comunidades, com os saberes tradicionais, com a tradição cultural das cidades”, relata o professor Miguel. De acordo com ele, a ideia “tem sido extremamente vitoriosa e exitosa”, por isso também ocorrerá em  Altamira, em setembro, e em Portel, no mês de novembro.

Texto: Alice Palmeira - Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Divulgação / Multicampiartes

 

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br