E-mail
Projeto de extensão da Engenharia Sanitária promove educação ambiental por meio da compostagem Imprimir
Escrito por Administrator   
Ter, 15 de Janeiro de 2019 08:30

Centenas de milhões de toneladas de materiais orgânicos são geradas anualmente no Brasil, e o aproveitamento desses materiais é fundamental para promover a sustentabilidade e a conservação ambiental. Atentos para essa demanda e para atender a uma antiga preocupação, o Curso de Engenharia Sanitária e Ambiental e a Prefeitura Multicampi da Universidade Federal do Pará (UFPA), em parceria com outras instituições, como o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), efetivaram um projeto para promover ações integradas de pesquisa e de capacitação que pudesse propor estratégias de reaproveitamento da parcela orgânica dos resíduos gerados na Cidade Universitária Professor José da Silveira Netto" – UFPA.

A matéria orgânica gerada nas residências representa mais de 50% da massa do lixo coletado e disposto em aterros sanitários. Uma alternativa sustentável e adequada do ponto de vista ambiental em pequena, média e grande escala, para destinar resíduos sólidos orgânicos é o processo de compostagem, que os transforma em um material mais estável e resistente à ação das espécies consumidoras e que reduz a sua disposição em aterros.

Na Cidade Universitária Professor José da Silveira Netto da UFPA, são produzidos diariamente 3.986 kg de resíduos, sendo que, deste total, se estima que a quantidade de matéria orgânica (resto de alimentos, casca de frutas, de legumes, poda de árvores etc.) está em torno de 50,60%, o que representa uma quantidade expressiva de todos os resíduos sólidos gerado na UFPA. Todos esses resíduos vinham sendo descartados sem a devida reutilização e têm  como destino o aterro sanitário.

Comprovado por pesquisas - Os resultados de pesquisa realizadas nos últimos anos mostraram que a compostagem, além de ser economicamente viável, é também uma prática simples de aproveitamento dos resíduos orgânicos, além de servir como um excelente instrumento para a promoção da sensibilização da comunidade universitária, quanto aos problemas ocasionados pelo manejo e destinação inadequada desses resíduos.

Neste ano, com a ampliação para a participação de alunos das escolas municipais do entorno da cidade universitária, o projeto propõe ações educativas que alertem a comunidade escolar sobre o risco de proliferação de doenças e contaminação da água e do solo advindos pelo manejo e destinação inadequados dos resíduos orgânicos.

Importância da compostagem – A compostagem é uma técnica que tem se mostrado como uma das alternativas viáveis e eficazes sob o aspecto de tratamento, reciclagem e valorização de biomassas de resíduos orgânicos nos requisitos de gestão de resíduos sólidos. A compostagem é a decomposição biológica da matéria orgânica, sob a condição controlada e aeróbica, gerando um produto estável semelhante ao húmus e tem como vantagem o emprego deste como adubo, ao invés da disposição em local inadequado.

As atividades deste projeto de extensão resultarão em instrumentos práticos de Educação Ambiental e responsabilidade socioambiental a comunidade universitária (discentes, docentes e técnico-administrativos), uma vez que leva a reflexão sobre a importância de separar os resíduos orgânicos reservados à compostagem, dos materiais recicláveis destinados às cooperativas de catadores através da Coleta Seletiva Solidária.

Trata-se, portanto, de um espaço de aprendizagem e de divulgação de conhecimento científico, maximizado em função do conhecimento que ultrapassa a relação pesquisa e ensino tornando-se uma ação de impacto socioambiental. Assim, desviar dos aterros sanitários essa fração orgânica gerada, dando-lhe um destino adequado, denota uma importante medida de gestão ambiental, evitando sérios impactos às áreas naturais, permitindo aumentar a vida útil dos aterros.

Texto e fotos: Divulgação

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br